9 de out de 2008

CURIOSIDADES HISTÓRICAS - Advocacia

A ADVOCACIA

Sabia que o Advogado surgiu antes da Advocacia. Não?
É! O Advogado surgiu primeiro. Antigamente existia a pessoa do Advogado, ele exercia a função de defesa dos acusados e realizava a representação dos litigantes. (Lobo,2006). Esta pessoa que exercia a função de advogado, não era qualquer um. Tinha que ser uma pessoa letrada e de idoneidade moral, ou seja deveria ter credibilidade na sociedade.
O advogado é uma função antiga, olhem o que dizia o Código de Hamurabi, século XVIII, a.c, sobre o Advogado: “proclamar o direito no país, para destruir o malvado e o perverso, para impedir que o forte oprima os fracos (...) para assegurar o bem-estar do povo e fazer justiça ao oprimido”. Arnault, Antonio. Iniciação a Advocacia, história - Deontologia. Questões práticas. Coimbra (PT), 1993.p.11.
Já na era Romana, foram criadas as primeiras escolas de Direito. Agora surge a Advocacia, como profissão, e assim foram criadas as Orda- A pessoa só se tornava Advogado, quando passava pela escola de Advocacia, que durava 5 anos de estudos jurídicos e depois a pessoa tinha que se escrever no foro. Salienta-se que nesta época o Advogado não recebia honorário e nem podia cobrar pelos seus serviços, no entanto, caso ele ganhasse a causa, poderia receber presentes a título de honoris causa, também não poderia abandonar a causa.
Hoje o Advogado também defende o Direito de outrem, também defende a Paz Social, sempre dentro da legalidade e respeitando o seu Código de Ética. Nesta contemporaneidade advogar requer habilidades técnicas- jurídicas, requer coragem para enfrentar o mercado de trabalho e os “Poderes” para preservar suas prerrogativas, pois que sem elas não se pode advogar, requer ética e disciplina para distinguir o certo do errado. O Advogado ainda é uma profissão nobre e necessária e indispensável a Administração de Justiça.
Brasília, 09 de outubro de 2008.
Dra. Adriana Lima Matias OAB - DF

Nenhum comentário: